segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Das coisas simples e especiais

Fui visitar meus pais ontem a tarde. Carinho gostoso de cobertas na sala, pipocas quentinhas e filme.
Na hora de ir embora, meu pai nos levou até o portão. Rodrigo saiu andando na frente, e não acompanhou os minutos em que paramos os dois pra olhar o céu.

A lua alta, o céu cheinho de estrelas, um avião que passou, olhamos pro outro lado e no mesmo instante repetimos juntos “olha lá, uma estrela cadente!”

Quando eu era pequena, uma vez minha avó me contou que aquele traço brilhante que a gente via percorrer o espaço num piscar de olhos, era parte do reino dos deuses que acabava caindo por acidente quando eles abriam buracos no céu pra espiar o nosso mundo. Por isso, logo ao ver a estrela a gente fazia um pedido, pois naquela hora os deuses estariam olhando pra nós.

Como pode em dois segundos a gente lembrar de tanta coisa? das coisas simples e mais especias do mundo!
O pedido? Que possamos, meu pai e eu, cruzar nossos olhares muitas outras vezes na mesma direção.

15 comentários:

  1. Oi amiga,
    saudades!!
    nada melhor que começar o feriado assim com vc e suas palavras lindas.
    como sempre, adorei o post!
    beijus pra vcs

    ResponderExcluir
  2. Ai que lindo! Adorei, viu!? Curta muito mesmo seu pai. Eu sinto uma falta do meu. Mas rezo todos os dias para que como você possa continuar cruzando por muito tempo o olhar com minha mãe. E que possa continuar sonhando com meu pai, pois assim mato a saudade, que faz o coração apertar tanto que chega a doer.
    Saudades de vc, moça! Nunca mais apareceu no meu canto. Fico esperando, esperando... e nada! Pelo menos sei pela Carol que vc ficou feliz com a minha gravidez. Depois passa lá no blog para ver como contei a novidade.
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  3. Um post tão pequeno, mas tão emocionante e marcante!!
    Um otimo feriado para vc!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. lindo, querida.
    (lembrei do meu Rogério e me deu saudade!)

    ResponderExcluir
  5. Mt gostoso né Jô??

    Podermos olhar pra uma estrela e lembra de um montão de coisas boas...momento gostosos, junto de quem amamos...

    Que vc possa faze mts vezes isso, conforme vc pediu!!

    ResponderExcluir
  6. Ai q lindo isso.....mas é o q eu sempre digo: é nas pequenas coisas da vida q estão as mais especiais, sem duvida!

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Que lindo Jo!
    Eu amo estrelas cadentes! Sempre faco pedidos e posso te jurar q alguns ha foram realizados!
    Bjus e boa semana

    ResponderExcluir
  8. Amiga,

    Esses momentos são mágicos,sabe q até hj faço pedido quando vejo uma estela cadente?!rs... E acredito de verdade!
    Mta linda sua relação com seu pai, admiro.

    Saudades de vc lá no blog...

    Bom feriado, Beijocas!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo!!!
    Gostei da historinha da sua vó!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Lindo! Mexeu mto comigo, já que não tenho a relação que desejo com meu pai.

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Faz um tempinho que leio teu blog, mas é a primeira vez que comento.
    Linda a história da tua vó...
    Também peço todos os dias, pros anjos, pras estrelas cadentes, pras velinhas de aniversário e sempre que dá pra fazer um pedido pra continuar cruzando o olhar do meu pai por muitos e muitos anos.
    beijo!

    ResponderExcluir
  12. relaxa que o Rodrigo não é professor de matemática ;)

    ps. to aqui do lado de cá sabendo que onde a senhora foi... to aguardando notícias!

    ResponderExcluir